• IF

  • Activities

    navigation

A RELEVÂNCIA DO CONTEÚDO RESTRITO NA TEORIA DA MENTE DE DAVID LEWIS

From: 2018-05-17 To:2018-05-17

Go back
  • Thematic Line


    Modern & Contemporary Philosophy
  • Research Group


    Mind, Language & Action
  • MLAG RESEARCH SEMINAR 2017-2018

    A RELEVÂNCIA DO CONTEÚDO RESTRITO NA TEORIA DA MENTE DE DAVID LEWIS

    João Faria e Silva
    (Estudante de Mestrado, FLUP)

     

    17 de maio 2018 (quinta-feira)

    14h00 | Sala de Reuniões 2

    Entrada livre

     

    Resumo: De acordo com a teoria da mente de David Lewis, os nossos estados mentais são contingentemente idênticos a certos estados físicos. Esta identidade deriva da integração destes últimos numa rede causal complexa; mais concretamente, pelo papel que estes desempenham conjuntamente na mediação entre os estímulos percetivos e o comportamento dos sujeitos. Esta teoria, no entanto, pode ser posta em causa por uma certa interpretação das experiências de pensamento como a da Terra Gémea (apresentada por Hilary Putnam em “The Meaning of ‘Meaning’”). Os casos deste género pretendem demonstrar que a atribuição de conteúdo mental depende em muitos casos da relação que o sujeito estabelece com o ambiente natural e social que o rodeia e daquilo que se sucede nesse ambiente.

    Nesta apresentação, pretendo mostrar como David Lewis lida com esta situação. Essencialmente, a sua proposta passa por distinguir o conteúdo dos estados mentais do conteúdo que é atribuído ao sujeito por certas frases verdadeiras da linguagem corrente. De acordo com Lewis, a contribuição do ambiente apenas se faz sentir neste último, e não no primeiro. Após apresentar esta estratégia, pretendo ainda analisar como a maneira de entender o conteúdo que dela emerge é mais adequada para descrever as atividades cognitivas de um sujeito do que aquela que foi rejeitada.

     

    Imagem: Forrest Bess, Mind Crystal (1946)

     

    Programa MLAG Research Seminars: http://ifilosofia.up.pt/activities/mlag-research-seminar-2017-2018

     

    Organização:
    Research Group Mind Language and Action Group (MLAG)
    MLAG Seminars 2017-2018 (Sofia Miguens, Luís Veríssimo, Diana Couto, José Pedro Correia)

    Instituto de Filosofia da Universidade do Porto - FIL/00502
    Financiamento: FCT

    Go back

    Activities