• IF

  • Activities

    navigation

FILOSOFIA E LITERATURA | Luís de Magalhães: Entre a atividade literária e a ação política

From: 2018-11-26 To:2018-11-26

Go back
  • Thematic Line


    Modern & Contemporary Philosophy
  • Research Group


    Roots & Horizons
  • Seminário Aberto de 3º Ciclo

    FILOSOFIA E LITERATURA

    Luís de Magalhães: Entre a atividade literária e a ação política

    Luís Lóia
    (Instituto de Filosofia - UP)

     

    26 de novembro 2018 (segunda-feira) | 16h30
    Sala do Departamento de Filosofia (Torre B - Piso 1)

    Faculdade de Letras da Universidade do Porto

    ENTRADA LIVRE

     


    Resumo: Luís de Magalhães (1859-1935) foi um escritor, ensaísta, romancista, poeta, epistológrafo, que muito bem soube conciliar a atividade literária com pensamento e a ação política, quer enquanto autor, quer enquanto parlamentar, deputado, governador civil e ministro. Sendo um dos mais jovens membros da Geração de 70, priva de perto, nas tertúlias que organizava e cultivava, com Antero de Quental, Oliveira Martins, Alberto Sampaio, António Feijó, entre outros, mas também com Eça de Queirós, com quem desenvolver prolífica atividade literária, tendo mesmo sido revisor da primeira tentativa de edição póstuma da edição completa das obras queirosianas. Se com António Feijó, funda, nos seus tempos de estudante de Direito em Coimbra, a Revista Científica e Literária, de inspiração positivista e, com Carlos Lobo de Ávila, a revista Zumbidos, que são revistas de duração efémera, é certo, mas que espelham bem os seus interesses ao focar-se nas questões de crítica literária, social e política. A sua obra evolui, por um lado, a partir das tendências realistas e naturalistas emergentes da Questão Coimbrã e, por outro lado, a partir do positivismo que norteia a visão da organização social e política, no entanto, os ideias da corrente espiritualista que se lhe vêm a opor não deixam de tocar a sua sensibilidade e a ditar a sua posterior conversão ao catolicismo. São estes mesmo ideais que veremos transpostos para o seu pensamento e ação política, em particular na sua obra, polémica e polemizada, intitulada Tradicionalismo e Constitucionalismo, de 1927, que nos motiva a olhar para um século da vida política portuguesa, desde a outorga da Carta Constitucional, em 1926, até ao fim da primeira república, em 1926.

    Nota biográfica: Luís Lóia é Licenciado em Filosofia, Pós-graduado em Educação para a Cidadania e Mestre em Ciência Política e Relações Internacionais, pela Universidade Católica Portuguesa (UCP). É Professor Área Científica de Filosofia da Faculdade de Ciências Humanas (FCH) da UCP e, nas suas funções docentes nesta Universidade, é também Representante dos Docentes de Filosofia na Comissão Pedagógica da Faculdade de Ciências Humanas, Tutor do Curso de Licenciatura em Filosofia, em regime de b-learning e Coordenador Pedagógico da Pós-graduação em Filosofia para Crianças. Ainda nesta Universidade é Assessor Científico e Investigador do seu Centro de Estudos de Filosofia (CEFi), sendo Editor da sua Revista International Journal of Philosophy and Social Values. Tem também funções docentes na Universidade Europeia, em Lisboa, e no Colégio Manuel Bernardes. É investigador do Instituto de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e Vice-diretor da Revista Nova Águia: Revista de Cultura para o século XXI. Tem como principais áreas de interesse académico a Ciência Política e o estudo da Filosofia Portuguesa com particular incidência no pensamento de Padre António Vieira, Fernando Pessoa, Agostinho da Silva e Eudoro de Sousa, áreas onde tem lecionado, investigado e publicado. Atualmente, prepara o seu Doutoramento em Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade do Porto com uma tese intitulada Philosophia e Philomythia em Eudoro de Sousa.

     

    Imagem: Luís de Magalhães. Desenho sem data, assinado «A. B.»

     

    Organização:
    Research Group Raízes e Horizontes da Filosofia e da Cultura em Portugal
    Instituto de Filosofia da Universidade do Porto - FIL/00502

    Go back