• IF

  • Activities

    navigation

Introdução ao estudo do Livro de São Cipriano: fontes folclóricas e eruditas

From: 2019-12-03 To:2019-12-03

Go back
  • Thematic Line


    Medieval & Early Modern Philosophy
  • Conferência

    José Vieira Leitão
    (Doutorando em História, Universidade de Coimbra)

    Introdução ao estudo do Livro de São Cipriano: fontes folclóricas e eruditas

    FLUP, 3 de dezembro de 2019
    Sala de reuniões 2, 16 horas

     

    O Livro de São Cipriano é um livro único, quer do ponto de vista histórico quer cultural. Este, actualmente, é o único livro de origem nacional a que, sem ambiguidades, se pode oferecer o título de ‘grimório’, no entanto, esta excepcionalidade aparenta ser largamente ignorada pela comunidade académica. Depois de décadas de condenação Eclesiástica e inclusive censura Estatal, presentemente, o Livro de São Cipriano está colocado numa complexa posição de tabu social dentro das letras Portuguesas, o que o relega para as margens da cultura oficial, como uma expressão literária inferior e não digna de atenção académica; o que Jerusa Pires Ferreira chamou de ‘cultura das bordas’.

    Todavia, este é um livro com uma história vastíssima, e embora o seu representante contemporâneo tenha a sua origem em meados do século XIX, secções do seu conteúdo podem ser traçadas a expressões de literatura mágica local e expressões de medicina popular, onde se incluem conceitos de galenismo e algumas noções eruditas de terapia medieval. No fundo, este é um título que acompanha a cultura Portuguesa e Brasileira desde, no mínimo, o século XVII, e embora exemplares pré-contemporâneos sejam raríssimos, várias instâncias deste mesmo título são descritas em ocasionais processos da Inquisição Portuguesa e, no término desta, em pontuais menções no trabalho de etnógrafos e folcloristas dos fins do século XIX e inícios do XX. O que de tudo isto emerge é que o ‘Livro de São Cipriano’ não é um livro em si mesmo, mas sim uma categoria ou tradição literária que é constantemente criada pela interseção de conceitos de religião e magia popular, letrada e inclusive estrangeira, criando um fenómeno único que se encontra criminalmente negligenciado.

     

    José Vieira Leitão é um ex-físico experimental, presentemente a estudar, na Universidade de Coimbra, história da magia. Para além de um Doutoramento em Física (defendido em 2014), possui também um Mestrado em Estudos Religiosos, com especialização em Esoterismo Ocidental, da Universidade de Amsterdão (terminado em 2016).

    Actualmente, o seu projecto de investigação procura mapear a prática e difusão de magia letrada em Portugal, recorrendo aos arquivos da Inquisição Portuguesa. Isto inclui o estudo da produção autóctone de livros sobre magia, como a circulação de textos e grimórios Europeus em território nacional. Como tópico secundário, realiza pesquisas acerca de expressões de magia e religiosidade popular, especialmente aquelas que se concentram na figura de São Cipriano de Antioquia.

    Efectuou a primeira tradução para o inglês da versão em português contemporâneo do Livro de São Cipriano (publicação não académica de 2014, por Hadean Press). Publicou vários artigos relacionados com religião, magia e esoterismo português, moderno e contemporâneo.

     

    Go back

    Activities