• IF

  • Activities

    navigation

Seminário Aberto de Estética - O conceito de “filosofia da arte” no contexto do Romantismo e do Idealismo Alemães.

From: 2018-10-22 To:2018-10-22

Go back
  • Thematic Line


    Modern & Contemporary Philosophy
  • Research Group


    Aesthetics, Politics & Knowledge
  • Seminário Aberto de Estética

    O conceito de “filosofia da arte” no contexto do Romantismo e do Idealismo Alemães.
    Uma introdução.

     

    Sílvia Bento*
    (Instituto de Filosofia / Research Group Aesthetics, Politics and Knowledge)

     

    22 de outubro 2018 | 13h30 | Sala 302

    Faculdade de Letras da Universidade do Porto

    Entrada livre

     

    Resumo: A obra de Manfred Frank "Unendliche Annäherung": die Anfänge der philosophischen Frühromantik (1997) constitui um dos mais relevantes estudos sobre o Primeiro Romantismo Alemão (Frühromantik) desenvolvidos nas últimas décadas. Assumindo uma perspetiva epistemológica, Frank sustenta uma distinção teórico-conceptual entre “Romantismo” e “Idealismo” segundo a elucidação da postura romântica de recusa filosófica de um primeiro princípio fundacional – a saber, o conceito de subjetividade, o conceito-chave do idealismo. Tal distinção elaborada por Frank tornara-se, entretanto, profundamente influente no círculo dos mais recentes estudos sobre o romantismo alemão, promovendo a emergência de uma nova atenção sobre a singularidade das conceções filosóficas do Frühromantik.

    Tendo presente a posição de Frank, procuraremos, ao longo do nosso seminário, avaliar algumas dificuldades teóricas que resultam da perspetivação de distanciamentos filosóficos entre o Frühromantik e o Idealismo – especialmente no que concerne o ponto de vista da estética. Não proporemos a refutação da posição de Frank, que é, em verdade, de teor epistemológico. A nossa linha de orientação será a da filosofia da arte – num sentido romântico e idealista, rigorosamente. Pretenderemos, neste sentido, pensar as proximidades entre o Frühromantik e o Idealismo nos seus modos de configuração da Estética em “Filosofia da Arte” [Philosophie der Kunst] e, correlativamente, de assunção da “arte” [Kunst] enquanto eminente objeto do pensar filosófico. A afinidade essencial será apresentada entre os pensamentos estéticos de Friedrich Schlegel e de Hegel: não obstante a posição de Frank (e, de um modo porventura mais paradoxal, não obstante a postura de rejeição filosófica manifesta nos escritos de Hegel relativamente aos pensadores românticos), proporemos atentar sobre a influência das conceções filosóficas sobre arte elaboradas por F. Schlegel – designadamente as questões da Künstlichkeit (Artificialidade) e da Ironie (Ironia) – no âmbito do idealismo estético hegeliano, delineado à luz da temática da “espiritualização da arte” [Vergeistigung der Kunst].

     

    Imagem: Barnett Newman, Concord (1949). The Metropolitan Museum of Art - New York

     

    * Sílvia Bento é doutoranda em Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP). É membro do Instituto de Filosofia (Grupo de Investigação Aesthetics, Politics & Knowledge) e bolseira de doutoramento da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT). Possui licenciatura (2011) e mestrado (2013) em Filosofia pela FLUP. 


    Organização:
    Research Group Aesthetics, Politics and Knowledge
    Instituto de Filosofia da Universidade do Porto - FIL/00502

    Go back

    Activities