• IF

  • Publications

    navigation

Dicionário de Filosofia da Educação

Adalberto Dias de Carvalho (coord.), «Dicionário de Filosofia da Educação» 2006

Go back
Publication of Archived Group GFE (2006 - 2015), now integrated in:
  • Thematic Line


    Philosophy of Education
  • Research Group


    Philosophy of Education and Contemporaneity
    • Type:

      Theses
    • Author:

      Adalberto Dias de Carvalho (coord.)
    • Title:

      Dicionário de Filosofia da Educação
    • Year:

      2006

    Summary

    Dicionário de Filosofia da Educação

    Description

    Edição: 2006
    Páginas: 360
    Editor: Porto Editora

    O Dicionário de Filosofia da Educação, organizado no âmbito do Gabinete de Filosofia da Educação do Instituto de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), é uma obra que culmina um percurso colectivo de investigação com o qual se foi conhecendo, alargando e consolidando toda uma comunidade científica nacional e internacional. Com efeito, entre os colaboradores deste Dicionário estão algumas das figuras mais representativas da área a nível mundial, tendo, assim, o leito acesso a um autêntico mapa das grandes tendências, problemáticas e preocupações que são assumidas transversal ou localmente por aqueles e aquelas que, contemporaneamente, pensam filosoficamente a educação.

    Tem este Dicionário a particularidade de ter sido construído sobretudo a partir das sugestões de “entradas” feitas pelos próprios investigadores – com naturais ajustamentos de modo a serem evitadas repetições – e não com base num estrito plano predefinido. É evidente, porém, que a coordenação teve a preocupação de convidar um leque suficiente lato de colaboradores que garantisse a conciliação entre os propósitos de diversidade e o esboço de uma certa universalidade de inquietações e de finalidades. A pronta resposta de todos – que exprime, antes de mais, uma partilha de hábitos de trabalho, uma vontade de comunicação e uma consideração recíproca alargada – permitiu, desta maneira, juntar investigadores de Espanha, França, Bélgica, Alemanha, Itália, Grécia, Argentina, Brasil, Canadá, Estados Unidos da América, Moçambique e Portugal.

    Temos, assim de aceitar que a diversidade abrange não só os temas tratados, como também as perspectivas com que se encara o próprio labor filosófico. Optou-se, ainda, por respeitar a diversidade das ortografias da língua portuguesa. Percebe-se, igualmente, que estão presentes os olhares da antropologia, da ética, da estética, da epistemologia, da hermenêutica, da filosofia social e política e da ontologia, imprescindíveis, no seu conjunto, para nos abeirarmos fundamentalmente da complexidade reflexiva que a Filosofia da Educação suscita, junto dos educadores, dos filósofos e dos estudiosos em geral.

    Go back

    Activities