• IF

  • Activities

    navigation

Os universais na universidade: séculos XIII-XIV

From: 2012-03-30 To:2012-03-30

Go back
Group GFM (2012 - 2015) now integrated in:
  • Thematic Line


    Medieval & Early Modern Philosophy
  • Terceira jornada do seminário Os universais: problemas e discussões organizado pelo projeto Imago Mundi / IF em 2011-2013.

    III. Séculos XIII-XIV, os universais na universidade : 30 de Março 2012, sala 203

      Das 09h30 às 12h30
      Moderação: Vera Rodrigues (IF-UP)
      • José Meirinhos (Porto): O universal lógico nos sumulistas
      • Paula Oliveira e Silva (Porto): Tomás de Aquino e o "realismo moderado"

      Das 14h30 às 17h30
      Moderação: Rubén Peretó Rivas (Universidad Nacional de Cuyo, Mendoza, Argentina)

      • Cruz Gonzálz Ayesta (Pamplona): Duns Escoto sobre los Universales: lógica, ontología y psicología
      • Christophe Grellard (Paris): Théorie et pratique de l'universel chez Guillaume d'Ockham


        Materiais de apoio
        (a incluir)
        O dossier impresso de textos a discutir será distribuído aos participantes inscritos.



        Inscrições

        A participação far-se-á por inscrição para o email: gfm-secretariado@letras.up.pt
        Nº de inscrições limitadas à capacidade sala e por ordem de chegada.

        Participam
        Christophe Grellard (Université Paris 1 – Panthéon Sorbonne)
        Christophe Grellard é professor na Université Paris 1 – Panthéon Sorbonne e membro júnior do Institut Universitaire de France, IUF (2001). Dirige, com J. B. Brenet, a coleção Translatio. Philosophies médiévales, da Vrin. É co-responsável pelo Bulletin de philosophie médiévale dos Archives de Philosophie. Integra o ‘Groupe de Recherches Antiquité Moyen Age Transmission Árabe’, GRAMATA, e o projecto de investigação financiado pelo Centre National de la Recherche Scientifique, CNRS, intitulado‘Philosophie de la nature et philosophie de la connaissance au Moyen Age et à la Renaissance’. O âmbito da sua pesquisa e docência centra-se na Filosofia Medieval, teoria do conhecimento e Filosofia da Religião. Publicou dois livros sobre Nicolau de Autrecourt. Interessa-se pelo cepticismo na Idade Média e dirigiu entre outras, as seguintes obras colectivas: Les Parva Naturalia d’Aristote. Fortune antique et médiévale, com P.M. Morel (Paris, 2010) e Atomism in Late Medieval Philosophy and Theology, com A. Robert (Leiden-Köln, 2009).
        http://www-philo.univ-paris1.fr/pageGrellard.htm; http://gramata.univ-paris1.fr/GRELLARD

        Cruz Gonzalez Ayesta (Universidad de Pamplona)
        Cruz González-Ayesta é Doutora em Filosofia (2004) e em Teologia (1997) pela Universidade de Navarra, centrando-se as suas teses na epistemologia de Tomás de Aquino. Desde 2003, é membro correspondente da Pontificia Academia Tomás de Aquino. Integra, como docente, desde 2004, o Departamento de Filosofia da Universidad de Navarra. Realizou a sua investigação pós-doutoral como Fulbright Visiting Scholar en Catholic University of America, em Washington DC (2007), onde trabalhou as noções de natureza e vontade em Escoto, sob orientação de Timothy Noone. Publicou várias monografias sobre Tomás de Aquino, entre as quais: Hombre y verdad (Pamplona 2001); La verdad como bien (Pamplona 2006). Traduziu e comentou a questão 15 do livro IX das Quaestiones Super libros Metaphysicorum Aristotelis de Escoto (Naturaleza y voluntad, Pamplona 2007) e publicou artigos sobre este autor em revistas especializadas.

        José Meirinhos (Universidade do Porto)
        José Meirinhos é professor de Filosofia Medieval na Faculdade de Letras da Universidade do Porto e investigador do Instituto de Filosofia (de que é Diretor). https://ifilosofia.up.pt/inv/meirinhos

        Paula Oliveira e Silva (Universidade do Porto)
        Paula Oliveira e Silva é Investigadora Auxiliar no Instituto de Filosofia da Universidade do Porto (Programa Ciência2008). Foi investigadora no Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa (1997-2009), tendo executado um Programa de Pós Doutoramento sobre a presença da tradição agostiniana na tradição filosófica escolástica e renascentista, tendo traduzido 5 peças inéditas em português. É doutorada em Filosofia Medieval (2005), com a tese “Ordem e Ser. Ontologia da Relação em Agostinho de Hipona”. Principais obras publicadas : Agostinho de Hipona. Diálogo sobre o livre arbítrio. INCM, Lisboa, 1999. Diálogo sobre a Ordem. INCM, Lisboa, 2000. Paula Oliveira e Silva, Ordem e Ser. Ontologia da Relação em Agostinho de Hipona. CFUL, Lisboa, 2005. Tem publicado artigos sobre questões de ontologia em autores do período tardo-antigo e escolástico e apresentado comunicações em Congressos e Colóquios nacionais e internacionais.
        https://ifilosofia.up.pt/gfm/?p=members&a=ver&id=183


        Seminário do projeto Imago mundi - Filosofia medieval em texto e tradução ; colaboração dos grupos de investigação do GFM/IF.
        Diretor do projeto: José Meirinhos
        Organização e programa: José Meirinhos - Paula Oliveira e Silva - Vera Rodrigues
        Secretariado: Patrícia Teixeira e Ana Lima

        Apoios
        FCT
        Instituto de Filosofia / FCT
        Faculdade de Letras

        Financiamento
        FCT
        Reitoria da Universidade do Porto

        Go back